meu nome

eu sou a anti-poética dos poetas solitários

a vastidão dos corações apertados

sangue daqueles que faltam uma parte

sou escuridão que ilumina os sedentos

o frio que aquece os flagelados

sou falta por todos os lados

me desculpem a falta de solenidade

prazer! meu nome é saudade

(Robinson Murilo Badin)

Anúncios
meu nome

2 comentários sobre “meu nome

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s