Já tive inúmeras aventuras

Já subi, já desci, pulei e paralisei

Já vi cores, já fiquei monocromático

Já ouvi, já silenciei, até arrisquei cantar

Já tentei ser heroi, já fui vilão

Já andei certo e também na contra mão

Já estive só e acompanhado

Já tive medo e também coragem

Já andei a pé e também de carruagem

Já estive em incontáveis lugares

Já estive em lugar nenhum

Mas nenhuma dessas aventuras

Se compara ao esplendor

De tomar um café à sua companhia

Sem rima e em silêncio…

(Robinson Murilo Badin)

Anúncios

Hino

O sofrimento é o hino dos oprimidos

Sua canção tem tons de guerra

Seu ritmo é forjado na luta diária

As lágrimas são provas de que são invencíveis

E a esperança… ahh, essa fala por si só!

(Robinson Murilo Badin)

Hino