encontrei morada e me fiz morar

almejo adentrar-me aos recônditos secretos do teu corpo

tocar os logradouros que nem mesmo a luz do sol ousou tocar

tenho saudade daquele perfume que as rosas invejam ter,

mas que só tua pele é capaz de destilar

anseio os teus braços, pois é lá que sei morar.

*

(Robinson Murilo Badin)

Anúncios
encontrei morada e me fiz morar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s